segunda-feira, 9 de novembro de 2015

A alfarroba uma delícia saudável

A alfarrobeira é uma árvore selvagem de clima mediterrâneo. Em Portugal é sobretudo encontrada no Algarve (duas publicações seguidas em que falo desta região). O seu fruto, a alfarroba é uma vagem deliciosa e docinha, sim dá para roer assim as vagens.


Imagem retirada de https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfarrobeira

Cá em casa todos comemos alfarroba, bem todos menos a gata, comemos nós humanos e comem as cabras e as galinhas porque no Verão o meu pai costuma trazer alfarroba para eles das árvores do meu tio que mora Lagos. Até o cão come e para ele tanto lhe faz se é alfarroba em vagem, se é bolo ou pão, basta apanhá-la. Mas antes de o meu tio ter o terreno, já eu me tinha rendido à farinha de alfarroba.

A farinha de alfarroba é um óptimo substituto do cacau. Mas bem, o sabor é completamente diferente, no meu entender são ambos extraordinários e bons. Todavia, a alfarroba tem algumas vantagens, primeiramente é naturalmente doce, enquanto o chocolate só é doce porque adicionamos doce ao cacau. Depois, a alfarroba é um produto endógeno português, sim não viaja quilómetros para chegar à nossa mesa. A farinha de alfarroba que se compra é sempre biológica até porque é uma árvore selvagem, mas temos a garantia que não tem químicos e outras coisas. Além disso, comparativamente com o chocolate, a alfarroba é muito mais saudável.

Segundo este blogue, o cacau possuí 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais em torno de 38% a 45%. Assim, não necessita de se adicionar mais açúcares. A alfarroba é um alimentos saudável e de elevado valor nutritivo. Contém vitamina B1, vitamina A e vitamina B2, cálcio, magnésio e ferro e o correcto balanceamento de potássio e sódio. Não possui agentes alergênicos ou estimulantes, tais como a cafeína e teobromina presentes no cacau. Embora tenha uma elevada quantidade de açúcares possuí um baixo teor calórico devido à quantidade quase imperceptível de lipídeos e alta quantidade de fibras naturais.

Assim, é só vantagens em consumir alfarroba em vez de cacau, mas eu como sou gulosa continuo a consumir os dois.

Mas e o que faço como a farinha de alfarroba? Faço bolo, salame e pão. Sobretudo bolo. E foi isso que fiz agora, um saboroso bolo de alfarroba.





Imagem própria


Receita Bolo de Alfarroba (sei que tirei esta receita de um site qualquer, mas não sei qual)

Ingredientes:
  • 200g de açúcar mascavado;
  • 6 ovos;
  • 60g de farinha de alfarroba;
  • 180g de farinha de trigo com fermento;
  • 1 colher de chá de fermento em pó;
  • 250g de manteiga;
  • 100g de amêndoa triturada (desta vez troquei por sultanas);
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
Preparação:
  • Bata as gemas com o açúcar e adicione a baunilha e a manteiga (desta vez como não tinha 250g de um só tipo de manteiga, misturei margarida de soja, manteiga sem sal da mimosa e manteiga com sal milhafre);
  • Adicione as farinhas e o fermento à mistura anterior;
  • Bata as claras em castelo e adicione à mistura anterior até ficar bem fofinha;
  • Adicione as amêndoas (neste caso adicionei as sultanas e não pesei a quantidade, adicionei a olho);
  • Unte uma forma com margarina e polvilhe com farinha e deite a mistura;
  • Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC até o bolo estar cozido.

Embora a receita original que eu vi levasse amêndoas, gostei bem mais com as sultanas. Às vezes é bom experimentar coisas novas. E o bolo está realmente delicioso, acho que foi o melhor bolo de alfarroba que fiz até agora ou então estava mesmo com muito desejo. Mas antes de o colocar no forno provei a massa crua e estava deliciosa parecia mousse. Estava tão boa que até me apetecia comer à colherada. Mas bem entretanto já tentei fazer mousse de alfarroba e abacate (ainda por cima o abacate importado do Perú) através de uma receita que encontrei na net e bem a mousse foi chumbada por todos cá em casa.

Como já referi, além do bolo, já noutras ocasiões fiz salame de alfarroba e pão de alfarroba. O salame é bom, mas acho que fica uns pontos abaixo do salame de chocolate. O pão de alfarroba é muito bom, mas embora eu goste de fazer pão, nem sempre tenho disposição para o fazer. Mas ainda hei-de escrever uma publicação só a falar de pão e de fazer pão. Deixo aqui só umas fotografias antigas, destas minhas lides culinárias.


Pão de Alfarroba
Imagem própria


Salame de Alfarroba (à esquerda) acompanhado na imagem por uma maravilhosa Sericaia
Imagem própria

A alfarroba é uma escolha saborosa, sustentável (produto endógeno e biológico) e saudável. Que mais podemos querer? Nas feiras de artesanato que costumam existir agora perto do Natal é muito comum encontrar produtos de alfarroba, biscoitos, barras de "chocolate", licores. Experimentem ou então comprem farinhas de alfarroba e façam em casa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...